Consumidores reclamam da péssima qualidade de água fornecida pela Caesa

A Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) liderou o número de reclamações de ouvintes do programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9) na manhã desta segunda-feira (05), Além de queixas por conta da falta de água em vários bairros de Macapá, uma ouvinte, que se identificou como Lídia, enviou pelo WhatsApp para a bancada do programa um áudio e imagens mostrando o que ela chamou de “podridão” da água que há mais de um ano está chegando às torneiras do trecho da Avenida Maria Quitéria entre as ruas Leopoldo Machado e Hamilton Silva, no bairro do Trem.

Segundo Lídia, o problema não ocorre apenas na casa dela, como também atinge dezenas de outros moradores e, apesar das reclamações que vêm sendo feitas à Companhia, nada foi feito até agora para solucionar o problema: “Acabei de enviar pra você duas amostras de água, uma de ontem (04) e outro de hoje (05) para mostrar a qualidade da água aqui no bairro do Trem há pelo menos um ano. Nós estamos recebendo água podre em nossas torneiras. É preciso o presidente da Caesa resolver esse problema em caráter de urgência”, pediu.

Acionado pela produção do programa, o presidente da Companhia, Valdinei Amanajás prometeu enviar ainda hoje uma equipe ao local para ver o que está acontecendo e resolver a situação: “Com relação ao problema relatado pela moradora do bairro do Trem, tão logo eu recebi o áudio e as imagens do Paulo Silva (integrante da bancada do programa LuizMeloEntrevista), entrei em contato com o laboratório da Caesa e nós vamos verificar a situação daquele ponto ainda haja, dando a solução imediata para o problema”.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo