Bope inicia curso de especialização para 40 combatentes da Rotam

Em entrevista concedida à bancada do programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9) o comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) afirmou que o curso da Rotam (Ronda Ostensiva Tática Motorizada), uma das Companhias do Bope, que teve sua aula inaugural realizada na manhã desta segunda-feira (25), tem como objetivo preparar 40 policiais militares para o policiamento ostensivo motorizado.

“Criado em 2003, o Bope está completando 15 anos e estamos realizando a 7ª edição do curso operacional, que prepara os combatentes para a realização de rondas ostensivas motorizadas para fazer frente à criminalidade. No total são 40 homens, mas nem todos vão se formar tendo em vista o rigor do curso em conhecimentos técnicos que os policiais precisam ter para operar em determinadas situações”, explicou.

Sobre os requisitos para participar do curso, Paulo Matias destacou como principais, o policial militar ser voluntário, estar em rigoroso estado de aptidão física e psicológica, entre outros critérios exigidos: “Se ele estiver apto nesses quesitos pode fazer a inscrição e a partir daí o policial fica na condição de aluno, onde pode ficar três meses à disposição do Bope adquirindo todo esse arcabouço técnico e psicológico para estar apto a fazer parte dessa atividade de Rotam, cuja qualidade de treinamento é reconhecida pelo resto do país, tanto que neste curso, por exemplo, estamos com um oficial de Roraima participando.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo