Bloco carnavalesco faz aniversário de 10 anos e saúda Macapá

Douglas Lima Editor

A Associação Recreativa e Cultural Bloco Carnavalesco Tu Fucu Pra Mim na Favela (Arctufu) celebra, neste sábado, 3, os seus dez anos de fundação. A programação festiva é encerrada com salva de fogos em homenagem aos 260 anos da cidade de Macapá. Com o tema ‘Tu fucu pra mim 10 Anos: com Zumbi dos Palmares e os Caboclos Sumanos no corredor da Favela do Meio do Mundo’, a festa começa às 16h e vai até às 23.

Há apresentação do enredo do bloco, resultado de parceria da dupla tufucunense Aroldo Pedrosa e Cléverson Baía. O tema é bastante inspirador, porque põe espetacularmente o Tu Fucu Pra Mim numa caravela à vela, como nos tempos das grandes navegações, e o leva até ao nordeste do Brasil em busca do mito – o espírito do guerreiro e herói – escolhido para a celebração dos 10 primeiros anos do bloco: Zumbi dos Palmares. Também haverá a apresentação do Abadá e do CD do Bloco Tu Fucu Pra Mim 10 Anos, além de shows, pela ordem, da Escola de Samba Maracatu da Favela; cantor Alcir; cantador sumano tufucunense Américo Brasil, lançando o seu primeiro CD; e Jimmy Feiches.

O encerramento da programação, apoteótico, é marcado pelos Parabéns à Macapá, que logo/logo, na virada do sábado para domingo, fará 260 anos de existência, com direito a uma salva de fogos.

Toda a festa de aniversário do Tu Fucu Pra Mim ocorre no Corredor Cultural da Favela, na avenida Presidente Vargas, entre as ruas Jovino Dinoá e Odilardo Silva, Centro. Origem Na antiga Favela, na avenida Presidente Vargas, entre Jovino Dinoá e Odilardo Silva, havia um igarapé onde habitava um peixe boi. O mamífero, quando aparecia de bubuia nas águas do igarapé, despertava sempre a curiosidade das pessoas do reduto. Certa vez, numa noite, dois caboclos da redondeza, munidos de lanternas, foram ver de perto o animal. Ao ouvir na escuridão o borbulhar das águas, uma das lanternas imediatamente foi acionada, alumiando o peixe boi. Então foi proferida a expressão do sumano, maravilhado com o que via, para o outro companheiro: “Tu fucu pra mim?”. Quer dizer, no português popular: “Tu focou pra mim?”. Ou, ainda, na conjugação mais precisa e culta: “Tu focastes pra mim?”. Assim nasceu o Tu Fucu Pra Mim na Favela, que encerrará a sua programação carnavalesca, dia 11, com a Domingueira do Carnaval da Caravela Tu Fucu Pra Mim Com Zumbi dos Palmares e os Caboclos Sumanos no Corredor da Favela do Meio do Mundo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo