Bandidos furtam motor da sala de quimioterapia e pacientes ficam sem atendimento

Em virtude do furto do motor externo da capela de fluxo laminar, responsável pela manipulação dos quimioterápicos, identificado na última segunda-feira, 23, os procedimentos de quimioterapia realizados pela Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) foram suspensos. A previsão de retorno era para esta quarta-feira, 25, no Hospital de Clínicas Alberto Lima (Hcal).

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) estranha o furto, uma vez que o valor mercadológico do equipamento se restringe ao mercado oncológico. Como medida, a Sesa realizou o protocolo de registro de boletim de ocorrência e acionou a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), bem como a Polícia Civil para que o caso seja apurado em caráter de urgência.

Internamente, a Sesa notificará a empresa responsável pela vigilância patrimonial do Hcal, para que tome as medidas cabíveis e o devido ressarcimento pelo custeio da peça, visto que existe um posto de vigilância física responsável pela área onde o motor ficava.

Para que os pacientes retomem o tratamento de forma mais imediata, a Secretaria de Saúde solicitou da empresa responsável pela manutenção da capela de fluxo laminar, a reposição do motor, procedimento que deve ocorrer até esta quarta-feira.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo