Ao custo de R$ 5,4 milhões, governo entrega escolas nas comunidades de São Pedro dos Bois e Ariri

O Governo do Amapá inaugurou, na segunda-feira, 18, duas novas escolas na área rural de Macapá. A Escola Estadual Teixeira de Freitas, na comunidade de São Pedro dos Bois, e a Escola Estadual Ariri, na comunidade de mesmo nome. Os investimentos do governo para garantir mais dignidade e acesso à educação nestas duas regiões somam R$ 5,4 milhões, divididos em infraestrutura e aparelhamento. O govenador, Waldez Góes, e membros da equipe de governo estiveram presentes nas solenidades de inauguração.

Escola Teixeira de Freitas Conforme explicou o secretário de Estado da Infraestrutura (Seinf), Alcir Matos, na Escola Estadual Teixeira de Freitas, que vai beneficiar os moradores de São Pedro dos Bois e adjacências, o governo investiu, através da pasta, mais de R$ 2,8 milhões na estrutura da unidade de ensino.

“O padrão se assemelha ao de escolas da área urbana, toda adaptada para pessoas com deficiência, com seis salas de aula, sendo uma dedicada ao ensino especial, sala de informática, biblioteca, refeitório, quadra poliesportiva, playground, bloco administrativo, banheiros, dentre outros espaços indispensáveis ao ensino de qualidade”, frisou Matos.

Com equipamentos e mobília, foram investidos mais de R$ 40 mil pela Secretaria de Estado da Educação (Seed). As aquisições contemplam bebedouros de coluna, freezer, refrigerador, bomba d’água, bebedouro industrial, carteiras escolares, fogão industrial, fogão, mesas para estudante e professor, mesa de refeitório, estantes em aço, aparelho de DVD e liquidificador. A unidade de ensino vai atender a 63 alunos do ensino fundamental I regular e ensino fundamental II modular.

Para o líder comunitário José Cirilo, o momento é de comemoração. “Esse foi um dia muito esperado. Agradecemos a toda a equipe de governo que mesmo diante da crise, garante o acesso das nossas crianças à educação de qualidade, dignidade, e nos faz ter melhores expectativas. Estamos imensamente felizes em agora poder contar com uma escola bonita, com bons professores e tudo o que precisamos, no lugar onde vivemos”, externou Cirilo.

Escola Estadual Ariri Na escola da comunidade do Ariri, que também vai beneficiar regiões vizinhas, o GEA investiu cerca de R$ 2,5 milhões em infraestrutura – com estrutura semelhante à da Escola Teixeira de Freitas -, e mais R$ 85 mil em aparelhamento, como mesas para refeitório, mesa para professor, bebedouros de coluna, cadeiras, freezer, estantes, ventiladores de teto, carteiras escolares, bebedouro industrial, computadores, fogão industrial e refrigerador.

A secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, pontuou que a instituição vai atender, inicialmente, ensino fundamental I e ensino médio na Educação de Jovens e Adultos (EJA), totalizando 51 alunos, mas a intenção é ampliar os atendimentos.

“A escola Ariri tem capacidade para ofertar também o ensino fundamental II, ensino médio e técnico. A Seed se compromete, a partir desta entrega, em ampliar, muito em breve, os níveis de ensino, e já iniciaremos as tratativas neste sentido, para que essas pessoas não necessitem se deslocar até a capital para ter acesso a esses níveis de ensino”, reforçou a secretária.

A novidade animou Marciliano Barbosa, líder comunitário que manifestou a alegria de todos da comunidade durante a inauguração. “Vemos aqui o resultado de muito diálogo com a nossa comunidade, e dos nossos esforços sendo reconhecidos. Vemos nessa uma gestão de coragem, que sabe que para termos dignidade, necessitamos de uma educação eficaz. Toda a comunidade está imensamente grata e feliz por esse sonho realizado”, comemorou Marciliano.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo