Amapá comemora o Dia Internacional contra a Discriminação Racial com ações no Laguinho

O chefe de gabinete da secretaria extraordinária de Políticas para os Povos Afrodescendentes (Seafro), Rudinei Santos, afirmou no programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9) que uma vasta programação está sendo realizado na manhã desta quarta-feira (21) na esquina da Rua General Rondon com a Avenida Ernestino Borges, no bairro do Laguinho, em alusão ao Dia Internacional Contra a Discriminação Racial, comemorado nesta data. “Hoje é um dia muito importante na luta contra o preconceito racial em todo o mundo. Aqui no Amapá estamos comemorando a data com uma vasta programação na esquina da Rua General Rondon com a Avenida Ernestino Borges, com várias atrações, entre elas apresentação de grupos de marabaixo e capoeira, além de ações educativas”, detalhou.

Luta contra a discriminação A luta contra a discriminação racial só começou a se intensificar no Brasil após a Constituição Federal de 1988, que incluía o crime de racismo como inafiançável e imprescritível. Nesta data ONG’s e instituições contra o preconceito racial organizam debates e outras atividades que auxiliem na tentativa de conscientizar a população a acabar com qualquer referência ao racismo e discriminação racial. O Dia Internacional contra a Discriminação Racial foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em memória ao “Massacre de Shaperville”, em 21 de março de 1960. Nesta data, aproximadamente vinte mil pessoas protestavam contra a “lei do passe”, em Joanesburgo, na África do Sul. Esta lei obrigava os negros a andarem com identificações que limitavam os locais por onde poderiam circular dentro da cidade. Na ocasião tropas militares do Apartheid atacaram os manifestantes e mataram 69 pessoas, além de ferir uma centena de outras. Em homenagem à luta e memória desses manifestantes, o Dia Internacional contra a Discriminação Racial é comemorado em 21 de março.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo