Acidente mata trabalhador de empresa terceirizada na quadra da Escola de Samba Piratas da Batucada

Um acidente calou o samba na Escola Piratas da Batucada por volta das 16 deste domingo, quando o jovem Jean Correia Alves, de 22 anos, que prestava serviços a uma empresa terceirizada que estava desmontando a estrutura do cenário para um evento ocorrido na noite anterior, caiu de uma altura de cerca de cinco metros e morreu na hora. #gallery-2 { margin: auto; } #gallery-2 .gallery-item { float: left; margin-top: 10px; text-align: center; width: 33%; } #gallery-2 img { border: 2px solid #cfcfcf; } #gallery-2 .gallery-caption { margin-left: 0; } /* see gallery_shortcode() in wp-includes/media.php */

Em nota oficial, a Escola de Samba Piratas da Batucada esclareceu que durante a desmontagem do palco da estrutura de sonorização da empresa contratada para o evento desse sábado (2), “ocorreu um acidente com um dos seus funcionários, que infelizmente veio a óbito”. Ainda na nota, a agremiação afirma “que está prestando as informações necessárias, juntamente com a empresa, assim como dando apoio à família”, finalizando que “a Escola lamenta profundamente o ocorrido e declara luto oficial de três dias”. Reportagem e fotos: Jair Zemberg

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo